PPGINV PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA E GESTÃO DA INOVAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Telefone/Ramal: Não informado http://propg.ufabc.edu.br/ppginv

Banca de DEFESA: DOUGLAS DA SILVA MANGINI

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DOUGLAS DA SILVA MANGINI
DATA : 27/04/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Virtual
TÍTULO:

Cultura de Dados: Como a maturidade no uso de tecnologias de dados podem diferenciar companhias no atual cenário do mercado brasileiro


PÁGINAS: 92
RESUMO:

Dados propriamente estruturados e disponíveis podem ser considerados como o bem mais valioso das companhias modernas, já sendo relacionados como a principal fonte motora por trás da Quarta Revolução Industrial. A qualidade das decisões baseadas em dados tornou-se tão predominante que se supõe que a Cultura de Dados está à frente das empresas mais bem-sucedidas da última década. Esse estudo tem como objetivo entender a realidade atual do mercado Brasileiro com relação ao cenário da Cultura de Dados em termos das principais tecnologias atualmente em evidência, dentre as listadas: Business Intelligence, Big Data, Cloud Computing, Machine Learning e Inteligência Artificial. A metodologia da pesquisa se baseia na elaboração e compartilhamento de um questionário abrangente, em termos de: engajamento com a cultura de dados, utilização das principais ferramentas, e em termos de governança e controle; com finalidade de entender a situação interna das empresas que atuam no mercado Brasileiro. A sessão de análise é composta por duas etapas complementares. A primeira leva em consideração a análise quantitativa dos dados obtidos pelo questionário de acordo com agrupamentos realizados pelo perfil dos respondentes e suas respectivas companhias, baseados em: localização geográfica, segmento de atuação, tamanho da empresa por quantidade de funcionários , área de atuação dentro da empresa, cargo e formação acadêmica. A segunda tem como objetivo entender em quais aspectos possíveis a diferenciação digital pode interferir no resultado competitivo das companhias em termos financeiros, de eficiência operacional, de satisfação de seus colaboradores e de índices de reclamação do consumidor; para isso foi utilizada a abordagem estatística de Mann-Whitney aplicada a um grupo de controle com companhias em destaque e outro com as demais companhias. Como resultados encontrados, para a primeira etapa é possível concluir que o Mercado Brasileiro apresenta grande similaridade de Maturidade-Digital com resultado médio para alto em todos os aspectos individuais analisados. Para essas análises, alguns outliers foram encontrados para segmentos como Comércio e Automotivo, abaixo da curva nacional; e Financeiro e Securitários; Científico e Técnico; e Transportes, Armazenamento e Logística; acima da média nacional. Outro outlier encontrado foi na área de Marketing e Comunicações, com maior média em relação ás demais áreas. A segunda análise contendo a abordagem estatística demonstrou que a Maturidade-Digital está fortemente associada aos resultados Financeiros e Aprovação Interna dos Funcionários, por outro lado, os resultados foram inconclusivos para Reconhecimento da Marca e Aprovação dos Clientes; e baixo para Eficiência Operacional.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - Interno ao Programa - 2269065 - ROMULO GONCALVES LINS
Membro Titular - Examinador(a) Interno ao Programa - 1914234 - ALEXANDRE ACACIO DE ANDRADE
Membro Titular - Examinador(a) Externo à Instituição - CLAUDIO LUIS CARVALHO LARIEIRA - FGV
Membro Suplente - Examinador(a) Interno ao Programa - 2328074 - FRANCIANE FREITAS SILVEIRA
Membro Suplente - Examinador(a) Externo à Instituição - SIDNEI NICOLI - ESTÁCIO-SP
Notícia cadastrada em: 23/03/2021 17:11
SIGAA | UFABC - Núcleo de Tecnologia da Informação - ||||| | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa-2.sigaa-2