PPGENE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENERGIA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Telefone/Ramal: Não informado http://propg.ufabc.edu.br/ppgene

Banca de QUALIFICAÇÃO: RAFAEL MÓDOLO DIAS DUARTE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RAFAEL MÓDOLO DIAS DUARTE
DATA : 13/03/2024
HORA: 10:00
LOCAL: On line
TÍTULO:

Estudo Detalhado da Intensificação da Transferência de Calor em Aquecedores de Ar Utilizando Geradores de Vórtices Longitudinais com Venezianas


PÁGINAS: 74
RESUMO:

O aquecedor de ar solar (SAH) equipado com geometrias modificadas especiais na superfície é uma das tecnologias existentes capaz de converter a energia solar em energia térmica com uma baixa perda de pressão associada, e ele tem sido usado como uma fonte de calor em uma ampla faixa de aplicações térmicas que demandam baixas temperaturas de operação (aproximadamente 30°C a 80°C). No presente estudo, o uso de geradores de vórtices longitudinais (LVGs) com venezianas como uma técnica passiva de intensificação de transferência de calor é proposto para investigar numericamente o efeito que a abertura das venezianas tem no desempenho termo-hidráulico do SAH, usando como base de comparação o desempenho com os LVGs sem veneziana, para os números de Reynolds de 5000 e 20000, dois tipos diferentes de LVGs — winglet delta e winglet retangular — razões de aspecto de 2 e 6, ângulos de ataque de 30° e 45°, razões entre a área da veneziana e a área do LVG de 0.25 e 0.44, ângulos da veneziana de 10°, 40° e 60°, e duas direções de abertura da veneziana — apontando para a placa adiabática ou para a placa aquecida, ambas à jusante do escoamento principal. As simulações numéricas mostraram que winglets com veneziana instalados na configuração common-flow-down são termo-hidraulicamente mais eficientes do que os respectivos sem veneziana, enquanto winglets retangulares e maiores valores de ângulo da veneziana, de razão de aspecto e de razão entre a área da veneziana e a área do LVG promoveram um melhor desempenho do canal. O efeito da veneziana no desempenho do canal do SAH é mais pronunciado com winglet retangular do que com winglet delta. Além disso, os LVGs com venezianas em direção à placa adiabática introduzem menor perda de pressão ao SAH do que aqueles com venezianas em direção à placa aquecida, alcançando máximos fatores de intensificação térmicos, respectivamente, de 3,418 e 3,012. No que tange às características de transferência de calor e aos padrões de escoamento observados nos winglets com veneziana, uma nova estrutura vortical gerada pela abertura da veneziana é identificada, a qual é responsável por aumentar a mistura do escoamento quente e frio. Finalmente, a veneziana apresenta efeito similar no desempenho termo-hidráulico para ambos os números de Reynolds.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - Interno ao Programa - 2312727 - DANIEL JONAS DEZAN
Membro Titular - Examinador(a) Interno ao Programa - 1600874 - MARCELO MODESTO DA SILVA
Membro Titular - Examinador(a) Externo ao Programa - 2418500 - LORETO PIZZUTI
Membro Suplente - Examinador(a) Interno ao Programa - 1985515 - ANTONIO GARRIDO GALLEGO
Notícia cadastrada em: 17/02/2024 12:15
SIGAA | UFABC - Núcleo de Tecnologia da Informação - ||||| | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa-2.ufabc.int.br.sigaa-2-prod