PPGENE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENERGIA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Telefone/Ramal: Não informado http://propg.ufabc.edu.br/ppgene

Banca de DEFESA: MARCIA CRISTINA SILVA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARCIA CRISTINA SILVA
DATA : 24/10/2023
HORA: 10:00
LOCAL: Sala 211 do Bloco Zeta do Campus de São Bernardo do Campo da Universidade Federal do ABC
TÍTULO:

Estamparia por sublimação em malha de PA 6.6 com superfície modificada por tratamento de plasma não térmico.


PÁGINAS: 106
RESUMO:

A indústria têxtil demanda por processos de estamparia cada vez mais ágeis e menos agressivos ao meio ambiente. Nesse cenário, a impressão digital, com a técnica de impressão de transferência por sublimação, apresenta-se como uma opção viável para utilização em substratos têxteis de fibras sintéticas. Dentre as fibras sintéticas, destacam-se as fibras de poliamida (PA), por serem leves e macias, resistentes ao uso e com absorção moderada do suor corporal, porém, é necessário tratamento superficial antes da sublimação para apresentar bons resultados de solidez à lavagem e intensidade de cores. Esta tese aborda a modificação da superfície do substrato têxtil do PA 6.6 por ativação de plasma não térmico à pressão atmosférica para receber o tingimento pelo método de sublimação com corante disperso. A ativação da superfície da malha de PA 6.6 foi realizada com a aplicação de plasma à pressão atmosférica no equipamento Plasmatreater AS400. Os efeitos da sublimação foram avaliados pela solidez à lavagem e testes de Colorimetria. Para a verificação dos efeitos da molhabilidade da amostra de controle e da amostra tratada, a medição do ângulo de contato foi realizada na PA 6.6. Para comprovar as mudanças nos grupos funcionais da fibra, foi realizada a espectroscopia no infravermelho por transformada de Fourier (FTIR). Os resultados mostraram uma diminuição no ângulo de contato da superfície têxtil, resultados de 4-5 na escala de cinza para mudança de cor e na transferência para lavagem e um aumento na força de cor. Nos testes FTIR, observa-se o aumento no valor de transmitância dos grupos aromáticos, carboxílicos (C=O, 580 cm-1), amidas (N=H, 1630 cm-1) e grupos metílicos (CH 1369 a 1463 cm-1), assim como a presença de novos grupos funcionais nas bandas de 3064 cm-1 e 2860 cm-1. Estas condições permitiram a sublimação na malha de poliamida 6.6, apresentou aumento da força colorística com boa solidez à lavagem e ainda tornando o este produto têxtil uma alternativa sustentável.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - Interno ao Programa - 1746153 - FERNANDO GASI
Membro Titular - Examinador(a) Interno ao Programa - 1544340 - PATRICIA TEIXEIRA LEITE ASANO
Membro Titular - Examinador(a) Interno ao Programa - 1760419 - GRAZIELLA COLATO ANTONIO
Membro Titular - Examinador(a) Externo ao Programa - 1914234 - ALEXANDRE ACACIO DE ANDRADE
Membro Titular - Examinador(a) Externo à Instituição - ROGÉRIO TONDATO - UTFPR
Membro Suplente - Examinador(a) Externo ao Programa - 2242729 - RICARDO REOLON JORGE
Membro Suplente - Examinador(a) Externo à Instituição - EDUARDO JOSÉ PITELLI - UTFPR
Notícia cadastrada em: 20/09/2023 00:44
SIGAA | UFABC - Núcleo de Tecnologia da Informação - ||||| | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa-1.ufabc.int.br.sigaa-1-prod