PPGENE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENERGIA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Telefone/Ramal: Não informado http://propg.ufabc.edu.br/ppgene

Banca de QUALIFICAÇÃO: DEYVISON SOUZA RODRIGUES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DEYVISON SOUZA RODRIGUES
DATA : 27/04/2022
HORA: 09:00
LOCAL: A banca será remota
TÍTULO:

Densificação da casca e ouriço da castanha-do-Brasil (Bertholletia excelsa): análise das condições de processamento e do ciclo de vida


PÁGINAS: 73
RESUMO:

Em meio as perspectivas da escassez de insumos, o olhar mundial voltou-se para a necessidade da busca por processos mais sustentáveis, principalmente em relação a questão energética. O Brasil, apesar de ser um grande produtor de energias renováveis, acaba por esbarrar na falta de diversificação da sua matriz energética, mesmo sendo um país com grandiosas condições edafoclimáticas, principalmente para investimentos na bioenergia. No norte do país no estado do Amapá, encontra-se a Cooperativa Mista dos Produtores Extrativista do Rio Iratapuru (COMARU), que trabalha na extração do óleo da castanha-do-brasil, essa atividade acaba por gerar grande quantidade de resíduos, pois 1 tonelada de castanha limpa gera em torno de 1,4 toneladas de resíduos, sendo eles ouriço e casca da castanha. Uma maneira de buscar sustentabilidade para o processo é por meio da densificação destes resíduos buscando seu aproveitamento energético. Por isso o objetivo deste trabalho é analisar as condições de processamento de pellets e briquetes utilizando blendas em diferentes proporções de casca e ouriço de castanha-do-Brasil e avaliar o ciclo de vida da sua produção na Cooperativa Mista dos Produtores Extrativistas do Rio Iratapuru (COMARU) localizada no sul do Estado do Amapá. As biomassas de casca e ouriço da castanha foram coletados na COMARU e levados para o Laboratório de Análise e Caracterização de Biomassas e Laboratório de Análise e Transformação Energética de Combustíveis, ambos na Universidade Federal do ABC, onde serão caracterizadas por meio de análise granulométrica, densidade a granel, composição elementar e imediata, poder calorífico e composição das cinzas, posteriormente serão densificadas e analisados os efeitos de processamento da produção dos pellets e briquetes e, por fim, será avaliado seu ciclo de vida por meio de uma Avaliação de Ciclo de Vida (ACV). O processo de densificação será avaliado mediante um planejamento experimental fatorial completo 2³, tendo como respostas a variação de massa, expansão volumétrica, resistência mecânica e densidade energética. Como resultados preliminares, as biomassas apresentaram baixa umidade de 12,95%, 10,25% e 10,48%, para ouriço, casca do processo de secagem e casca do processo de descascamento, respectivamente. Além disso, de acordo com a análise imediata e elementar, as biomassas apresentaram boas condições para processos termoquímicos, com altos teores de materiais voláteis e carbono fixo e teores de cinzas abaixo de 2,5%. Por fim, o poder calorífico das biomassas estudadas se mostrou alto, com valores acima de 19 MJ/kg para PCS e acima de 15 MJ/kg para o PCI.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - Interno ao Programa - 1760419 - GRAZIELLA COLATO ANTONIO
Membro Titular - Examinador(a) Interno ao Programa - 1548098 - GILBERTO MARTINS
Membro Titular - Examinador(a) Externo à Instituição - ANDREA CRESSONI DE CONTI
Membro Suplente - Examinador(a) Interno ao Programa - 1977178 - REYNALDO PALACIOS BERECHE
Membro Suplente - Examinador(a) Interno ao Programa - 1985515 - ANTONIO GARRIDO GALLEGO
Notícia cadastrada em: 31/03/2022 16:39
SIGAA | UFABC - Núcleo de Tecnologia da Informação - ||||| | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa-2.ufabc.int.br.sigaa-2-prod