PPGBTC PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOCIÊNCIA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Telefone/Ramal: Não informado http://propg.ufabc.edu.br/ppgbtc

Banca de DEFESA: CARLOS EDUARDO DE CASTRO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CARLOS EDUARDO DE CASTRO
DATA : 18/09/2019
HORA: 13:30
LOCAL: no Auditório 801-A, 8º andar, Bloco B, Campus SA da Fundação Universidade Federal do ABC, localizado na Avenida dos Estados, 5001, Santa Terezinha, Santo André, SP
TÍTULO:

Investigação de Efeitos de Superfície e Presença de Coroa Proteica no Processo de Internalização Celular de Sistemas Poliméricos Nanoestruturados


PÁGINAS: 110
RESUMO:

Esta Tese de Doutorado teve como objetivo central a verificação do papel de parâmetros estruturais e efeito da presença de coroas proteicas na citotoxicidade e internalização celular de sistemas anfifílicos nanoestruturados. Duas classes de materiais foram investigadas sendo uma baseada em nanopartículas poliméricas produzidas a partir de copolímeros tendo como base o bloco sensível ao pH PDPA (poli[(2-diisopropil etil) metacrilato]) ligado quimicamente aos blocos hidrofílicos de PEO (poli(etileno glicol)), PMPC (poli(1-palmitoil-2-miristoil-fosfatidilcolina)) ou PHPMA (poli(N-(2-hidroxipropil) metacrilamida)). Os copolímeros em bloco PEO122-b-PDPA43, PMPC40-b-PDPA70 e PHPMA64-b-PDPA72 foram utilizados nas investigações. A segunda classe de nanopartículas investigadas foi produzida a partir de sistemas anfifílicos contendo uma cadeia carbônica (C22) ligada covalentemente ao polímero hidrofílico PEO contendo ou não moléculas de açúcar (N-Acetilglicosamina) na extremidade (C22PEO900 e C22PEO900-GlcNAc). A estrutura e a morfologia dos sistemas nanoestruturados foram detalhadamente caracterizadas utilizando-se técnicas de espalhamento de luz e análise microscópica, e na sequência, a influência das características estruturais foram avaliadas em que pese aos eventos biológicos citados. Foi demonstrado que nanopartículas produzidas a partir de PMPC40-b-PDPA70 são internalizadas de maneira mais eficiente do que os seus pares, fato este atribuído a interações favoráveis entre a camada estabilizante de (poli(1-palmitoil-2-miristoil-fosfatidilcolina)) - PMPC e membranas celulares. A presença de superfícies decoradas com moléculas de açúcar também facilita a internalização celular dos nanomateriais e ao mesmo tempo tem efeito benéfico em que pese à questões relacionados a citotoxicidade. Para ambas as classes de sistemas supramoleculares produzidos, a presença de coroas biomoleculares sobre a superfície reduz de maneira substancial a cinética e a quantidade de material internalizado por diferentes linhagens celulares. Por outro lado, é também demonstrado que coroas biomoleculares reduzem a citotoxicidade e a atividade hemolítica dos nanomateriais. Portanto, fica evidente que, nem sempre coroas biomoleculares devem ser consideradas artefatos a serem prontamente eliminados


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - Interno ao Programa - 1762438 - JEAN JACQUES BONVENT
Membro Titular - Examinador(a) Interno ao Programa - 1544341 - WENDEL ANDRADE ALVES
Membro Titular - Examinador(a) Externo ao Programa - 1672728 - ANA CAROLINA SANTOS DE SOUZA GALVAO
Membro Titular - Examinador(a) Externo à Instituição - ALIOSCKA AUGUSTO C.A. SOUSA - UNIFESP
Membro Titular - Examinador(a) Externo à Instituição - KARINE PANICO - UFABC
Membro Suplente - Examinador(a) Interno ao Programa - 1600878 - ARNALDO RODRIGUES DOS SANTOS JUNIOR
Membro Suplente - Examinador(a) Interno ao Programa - 936.965.820-34 - MATEUS BORBA CARDOSO - NENHUMA
Membro Suplente - Examinador(a) Externo à Instituição - ISMAEL CASAGRANDE BELLETTINI - UFSC
Membro Suplente - Examinador(a) Externo à Instituição - OMAR MERTINS - UNIFESP
Notícia cadastrada em: 23/08/2019 12:55
SIGAA | UFABC - Núcleo de Tecnologia da Informação - ||||| | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa-1.ufabc.int.br.sigaa-1