PPGBTC PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOCIÊNCIA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Telefone/Ramal: Não informado http://propg.ufabc.edu.br/ppgbtc

Banca de DEFESA: JASSIARA DA SILVA PESSOA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JASSIARA DA SILVA PESSOA
DATA : 09/12/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Virtual
TÍTULO:

Transformação genética e otimização de cultivo de Chlamydomonas reinhardtii


PÁGINAS: 131
RESUMO:

A Chlamydomonas reinhardtii é uma microalga verde modelo para diversas áreas de estudo, incluindo a engenharia genética. Essa microalga possui os genomas do núcleo, cloroplasto e mitocôndrias totalmente sequenciados, possibilitando seu uso para expressão heteróloga de proteínas simples até as mais complexas. Diversas pesquisas comprovam a capacidade de expressão de biofármacos na C. reinhardtii entre eles, o hormônio somatotropina. Esse hormônio é sintetizado de forma fisiológica na hipófise de seres humanos e vertebrados, e o desequilíbrio nas concentrações ideais deste pode estar envolvido nas doenças hipopituitarismo e síndrome de Turner, tratadas atualmente com somatotropina recombinante produzida em Escherichia coli. Apesar desse hormônio já ter sido expresso no cloroplasto dessa microalga, os níveis de expressão foram baixos quando comparados às outras proteínas heterólogas nessa mesma plataforma. Tendo em vista as características e desvantagens da C. reinhardtii, este trabalho apresenta três capítulos com objetivos voltados para o aprimoramento dessa plataforma para uso biotecnológico. O primeiro capítulo apresentado tem como objetivo a expressão do biofármaco somatotropina em C. reinhardtii transgênica. Para isso, foram feitos ensaios de transformação genética de cloroplasto por biobalística e de núcleo por eletroporação. Apesar das diversas tentativas, não foi possível detectar a expressão heteróloga da somatotropina nas cepas transformadas. O capítulo seguinte deste trabalho teve como objetivo avaliar a literatura investigando a influência de regimes metabólicos (fotoauto-, hetero- e mixotrófico) no crescimento da C. reinhardtii selvagem e transgênica através de pesquisa cienciométrica. Foram feitas buscas nas bases de dados Web of Science e Scopus, onde foram encontrados 94 artigos na área entre os anos de 1969 e 2021. Entre os regimes metabólicos pesquisados, o mais frequentemente utilizado foi o fotoautotrófico (41% dos experimentos realizados), porém a análise dos resultados mostrou que o regime mais indicado para acúmulo de biomassa e proteínas recombinantes é o mixotrófico. Com base nesses resultados e outras variáveis que mostraram influência positiva no crescimento de cepas recombinantes, foi construído um planejamento experimental, apresentado no terceiro capítulo deste trabalho. O último capítulo teve como objetivo a otimização do acúmulo de biomassa de C. reinhardtii transgênica e aumento da atividade da proteína fluorescente mCherry. Para isso, foi desenvolvido um planejamento experimental DCCR com duas variáveis: concentração de cloreto de amônio e temperatura. Os ensaios foram conduzidos em frascos Erlenmeyer em shaker rotativo, utilizando a cepa pJP 22 mCherry que possui transformação no núcleo. Os resultados dos ensaios apontam a otimização do acúmulo de biomassa e na atividade da proteína mCherry na faixa de temperatura de 25 a 32 °C e com concentração de cloreto de amônio entre 450 e 750 mg/L.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - Interno ao Programa - 3053215 - LIVIA SENO FERREIRA CAMARGO
Membro Titular - Examinador(a) Interno ao Programa - 3065803 - WAGNER RODRIGO DE SOUZA
Membro Titular - Examinador(a) Externo à Instituição - ELEANE DE ALMEIDA CEZARE GOMES
Membro Suplente - Examinador(a) Interno ao Programa - 1544372 - HANA PAULA MASUDA
Membro Suplente - Examinador(a) Externo à Instituição - RAQUEL PEDROSA BEZERRA - UFRPE
Notícia cadastrada em: 18/11/2021 18:46
SIGAA | UFABC - Núcleo de Tecnologia da Informação - ||||| | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa-1.ufabc.int.br.sigaa-1-prod