PPGBTC PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOCIÊNCIA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Telefone/Ramal: Não informado http://propg.ufabc.edu.br/ppgbtc

Banca de QUALIFICAÇÃO: WELLINGTON RAIMUNDO DE FRANÇA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : WELLINGTON RAIMUNDO DE FRANÇA
DATA : 30/11/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Por meio remoto
TÍTULO:

Análise bioquímica do meio de cultura condicionado por células Vero cultivadas em arcabouços de Poli (e-caprolactona) (PCL) e Poli (Hidroxibutirato-co-hidroxivalerato) (PHBV) nas formas densa, porosa e fibrosa


PÁGINAS: 98
RESUMO:

A engenharia tecidual tem como propósito elaborar e aperfeiçoar novas terapêuticas buscando aperfeiçoar novos biomateriais para recompor ou recuperem a função tecidual comprometida. A análise bioquímica do meio de cultura condicionado por células é uma forma de entendermos a resposta celular através da identificação de componentes presentes nas amostras. Células Vero foram inoculadas sobre as blendas de PHBV/PCL (75:25) e seus polímeros puros. Após 120 horas de incubação os meios de cultivo foram coletados, as amostras foram fixadas e coradas com cristal violeta. Foram realizados os testes de MTT para avaliar a viabilidade e atividade nos materiais. Notou-se que os polímeros se mostraram atóxicos e a adesão ocorreu de forma lenta. Os Polímeros com e sem células utilizados nas análises foram submetidas ao ensaio com o FTIR para sua caracterização. Notou-se algumas alterações nos modos vibracionais de Amidas I e II e regiões subsequentes no PHBV denso, PCL e Blenda fibrosos. Já nas análises dos meios de cultura condicionados submetidos aos ensaios de bioquímicos observou-se uma redução nos níveis de glicose, secreção proteica, níveis de albumina e creatinina, nas amostras PHBV. Os dados avaliados nos meios de cultivo das células no PCL e blenda 75:25 indicou um padrão semelhante ou inferior ao controle para o consumo de glicose, proteínas totais, creatinina, exceto para os polímeros porosos. Observou-se ainda uma menor atividade da fosfatase alcalina nas amostras fibrosas dos polímeros estudados. Analisados em conjunto conclui-se que o metabolismo energético celular está acelerado sobre o PHBV. Quanto ao PCL e blenda os dados indicam que não houve interferência no metabolismo em comparação ao controle.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - Interno ao Programa - 1762438 - JEAN JACQUES BONVENT
Membro Titular - Examinador(a) Interno ao Programa - 1844792 - AMEDEA BAROZZI SEABRA
Membro Titular - Examinador(a) Externo ao Programa - 1764675 - CHRISTIANE BERTACHINI LOMBELLO
Membro Suplente - Examinador(a) Interno ao Programa - 1763428 - ELIZABETH TEODOROV
Membro Suplente - Examinador(a) Externo ao Programa - 2125782 - ANDREA CECILIA DORION RODAS
Notícia cadastrada em: 01/11/2021 09:13
SIGAA | UFABC - Núcleo de Tecnologia da Informação - ||||| | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa-2.ufabc.int.br.sigaa-2-prod