PPGENE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENERGIA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Phone: Not available http://propg.ufabc.edu.br/ppgene

Banca de DEFESA: ANA CAROLINA ANTUNES ACOSTA FERNANDES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANA CAROLINA ANTUNES ACOSTA FERNANDES
DATA : 13/12/2019
HORA: 15:00
LOCAL: sala 303, 3º andar, Bloco B, Campus SA da Fundação Universidade Federal do ABC, localizada na Avenida dos Estados, 5001, Santa Terezinha, Santo André, SP
TÍTULO:

Estudo de parâmetros de segurança de um núcleo para o reator rápido S-PRISM visando a queima de actinídeos menores


PÁGINAS: 75
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Nuclear
SUBÁREA: Tecnologia dos Reatores
ESPECIALIDADE: Núcleo do Reator
RESUMO:

As preocupações relativas à gestão de resíduos nucleares aumentam a cada dia. Alguns países, como o Brasil, não possuem instalações de armazenamento de gestão de resíduos nucleares a longo prazo, e ainda assim continuam trabalhando em um ciclo de combustível aberto. Uma opção efetiva para reduzir os níveis de radiotoxicidade relacionados ao combustível nuclear usado é promover a transmutação de actinídeos através da fissão em reatores nucleares rápidos, uma vez que eles apresentam muitas características favoráveis a esse fim, especialmente em comparação com os PWRs. O Fórum Internacional Gen-IV reconheceu essa capacidade, e a maioria dos projetos selecionados foi de reatores rápidos, sendo um deles o reator rápido resfriado a sódio. Este trabalho teve como objetivo o estudo e análise de um projeto de núcleo metálico de reator rápido, com a finalidade de propor uma nova configuração de núcleo capaz de melhorar a transmutação de produtos de fissão e actinídeos. O reator S-PRISM foi escolhido e os dois tipos de pinos de combustível foram modelados no MCNP6: pinos dos tipos driver e blanket. Para o pino do driver, os valores de k-infinito diminuíram quase linearmente com o aumento do pitch, um comportamento diferente do esperado para um LWR. Os coeficientes isotérmicos de temperatura foram baixos, mas negativos. O comportamento k-infinito quando a altura ativa do combustível foi variada mostrou que o vazamento de nêutrons na direção axial é um parâmetro de projeto muito importante. Quando a queima foi simulada para os pinos de combustível do driver e do blanket, uma curiosa curva foi observada: o k-infinito aumentou para o pino de combustível do blanket com o tempo. Razões de conversão também foram observadas durante a queima e apresentaram valores baixos, uma vez que a configuração do núcleo é projetada para a transmutação de actinídeos. O próximo passo será a análise de vários aspectos do núcleo: espectros de fluxo de nêutrons, densidades de potência, segurança de desligamento e aspectos do comportamento de queima.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - Interno ao Programa - 6670680 - JOAO MANOEL LOSADA MOREIRA
Membro Titular - Examinador(a) Interno ao Programa - 670232 - JOSE RUBENS MAIORINO
Membro Titular - Examinador(a) Externo à Instituição - THIAGO CARLUCCIO
Membro Suplente - Examinador(a) Interno ao Programa - 1544367 - FEDERICO BERNARDINO MORANTE TRIGOSO
Membro Suplente - Examinador(a) Externo à Instituição - LUBIANKA FERRARI RUSSO ROSSI - UFABC
Notícia cadastrada em: 22/11/2019 17:59
SIGAA | UFABC - Núcleo de Tecnologia da Informação - ||||| | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa-1.ufabc.int.br.sigaa-1