PPGNCG PÓS-GRADUAÇÃO EM NEUROCIÊNCIA E COGNIÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Telefone/Ramal: Não informado http://propg.ufabc.edu.br/neuro
Área de Concentração
Doutorado
NEUROCIÊNCIA E COGNIÇÃO
Linhas Pesquisa :
› CIÊNCIAS COGNITIVAS
CIÊNCIAS COGNITIVAS - A ciência da cognição, ou o seu conjunto, formado pelas ciências cognitivas é normalmente definida como o estudo científico da mente e da inteligência. Nos últimos anos, diversas linhas de investigação que partiram da filosofia (especialmente da filosofia da mente, da filosofia da matemática e da filosofia da ciência), da psicologia (por meio da psicologia cognitiva), da neurociência, da lingüística e da ciência da computação (em particular dos ramos de redes neurais e inteligência artificial), convergiram simultaneamente, dando origem a esta nova área do conhecimento. Dentro desta linha de pesquisa são alvos primários de investigação temas como tomada de decisão, emoções, sistemas cognitivos artificiais e naturais, linguagem e raciocínio. O estudo aprofundado das ciências cognitivas fornece subsídios teóricos para novas disciplinas como neuroeducação e ergonomia cognitiva.
› NEUROCIÊNCIA DE SISTEMAS
NEUROCIÊNCIA DE SISTEMAS - Neurociência é a área que reúne as disciplinas que estudam o sistema nervoso, normal e patológico, durante o desenvolvimento, vida adulta e envelhecimento, correlacionando-as com a teoria da informação, semiótica e lingüística, e demais áreas do conhecimento que explicam o processo de percepção, memória, aprendizagem, emoções, comportamento e os mecanismos de regulação orgânica. A compreensão profunda do sistema nervoso prescinde de diferentes níveis de análise, desde o molecular até o comportamental. Os alvos primários desta linha de pesquisa são entender e modelar a interação dinâmica entre os diferentes níveis de organização, com ênfase nos processos que geram as funções cognitivas. Esta linha de pesquisa fornece ao egresso condições para atuar em diversas áreas, tais como a indústria farmacêutica e grupos de pesquisa ligados à saúde.
› MODELAGEM MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL
MODELAGEM MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL - Os princípios complexos de assimilação, transformação, armazenamento de informações e produção de comportamentos podem ser analisados formalmente pela modelagem matemática e computacional. Esta análise requer a convergência do conhecimento proveniente de áreas como estatística, sistemas dinâmicos e simulação computacional, com aquele obtido a partir de experimentos biológicos e comportamentais. Os progressos obtidos suscitam não apenas novos paradigmas em neurociência e cognição, mas também inovação relevante nas respectivas disciplinas. Os alvos primários desta linha de pesquisa são o entendimento das funções cognitivas do ponto de vista computacional e o desenvolvimento de metodologias para o estudo das funções cerebrais. Esta abordagem permite o desenvolvimento de aplicações tecnológicas, como dispositivos neurocontrolados, e a modelagem matemática do comportamento em sistemas sociais, como na neuroeconomia.
Mestrado
NEUROCIÊNCIA E COGNIÇÃO
Linhas Pesquisa :
› NEUROCIÊNCIA DE SISTEMAS
NEUROCIÊNCIA DE SISTEMAS - Neurociência é a área que reúne as disciplinas que estudam o sistema nervoso, normal e patológico, durante o desenvolvimento, vida adulta e envelhecimento, correlacionando-as com a teoria da informação, semiótica e lingüística, e demais áreas do conhecimento que explicam o processo de percepção, memória, aprendizagem, emoções, comportamento e os mecanismos de regulação orgânica. A compreensão profunda do sistema nervoso prescinde de diferentes níveis de análise, desde o molecular até o comportamental. Os alvos primários desta linha de pesquisa são entender e modelar a interação dinâmica entre os diferentes níveis de organização, com ênfase nos processos que geram as funções cognitivas. Esta linha de pesquisa fornece ao egresso condições para atuar em diversas áreas, tais como a indústria farmacêutica e grupos de pesquisa ligados à saúde.
› CIÊNCIAS COGNITIVAS
CIÊNCIAS COGNITIVAS - A ciência da cognição, ou o seu conjunto, formado pelas ciências cognitivas é normalmente definida como o estudo científico da mente e da inteligência. Nos últimos anos, diversas linhas de investigação que partiram da filosofia (especialmente da filosofia da mente, da filosofia da matemática e da filosofia da ciência), da psicologia (por meio da psicologia cognitiva), da neurociência, da lingüística e da ciência da computação (em particular dos ramos de redes neurais e inteligência artificial), convergiram simultaneamente, dando origem a esta nova área do conhecimento. Dentro desta linha de pesquisa são alvos primários de investigação temas como tomada de decisão, emoções, sistemas cognitivos artificiais e naturais, linguagem e raciocínio. O estudo aprofundado das ciências cognitivas fornece subsídios teóricos para novas disciplinas como neuroeducação e ergonomia cognitiva.
› MODELAGEM MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL
MODELAGEM MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL - Os princípios complexos de assimilação, transformação, armazenamento de informações e produção de comportamentos podem ser analisados formalmente pela modelagem matemática e computacional. Esta análise requer a convergência do conhecimento proveniente de áreas como estatística, sistemas dinâmicos e simulação computacional, com aquele obtido a partir de experimentos biológicos e comportamentais. Os progressos obtidos suscitam não apenas novos paradigmas em neurociência e cognição, mas também inovação relevante nas respectivas disciplinas. Os alvos primários desta linha de pesquisa são o entendimento das funções cognitivas do ponto de vista computacional e o desenvolvimento de metodologias para o estudo das funções cerebrais. Esta abordagem permite o desenvolvimento de aplicações tecnológicas, como dispositivos neurocontrolados, e a modelagem matemática do comportamento em sistemas sociais, como na neuroeconomia.
SIGAA | UFABC - Núcleo de Tecnologia da Informação - ||||| | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa-1.ufabc.int.br."sigaa-1"