PPGCEM PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E ENGENHARIA DE MATERIAIS FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Telefone/Ramal: (11) 4996-8201/8201 http://propg.ufabc.edu.br/ppgcem

Banca de DEFESA: CLEBER CARAMATTI MACHADO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CLEBER CARAMATTI MACHADO
DATA : 17/12/2019
HORA: 09:30
LOCAL: sala 301, 3º andar, Bloco B, Campus SA da Fundação Universidade Federal do ABC, localizada na Avenida dos Estados, 5001, Santa Terezinha, Santo André, SP
TÍTULO:

AVALIAÇãO MICROESTRUTURAL E MECâNICA DOS AçOS TRIP-780 e DP-780 SOLDADOS POR RESISTêNCIA A PONTO


PÁGINAS: 80
RESUMO:

O presente trabalho teve por finalidade avaliar a microestrutura, o comportamento mecânico e corrosivo de chapas do aço DP-780 e aço TRIP-780 soldados por resistência a ponto no campo de soldabilidade. Ambas as chapas soldadas foram realizadas por controle dos parâmetros: tempo de soldagem e corrente de soldagem, utilizando uma força constante dos eletrodos nas chapas de aço. O campo de soldabilidade foi determinado por testes preliminares de arrancamento. A sua caracterização mecânica foi realizado por medidas de microdureza Vickers e ensaios de tração cisalhante. A análise microestrutural foi realizada por difração de raios-X, microscopia ótica e microscopia eletrônica de varredura e a resistência à corrosão foi realizada por polarização potenciodinâmica. Os resultados de soldagem por resistência a ponto mostraram uma boa qualidade de solda dentro campo de soldabilidade, obtendo-se valores de diâmetro da pepita de solda acima de 4,8 mm e forças de cisalhamento acima de 9,9 kN. Micro estruturalmente foi observado que a pepita de solda é constituída pela zona termicamente afetada e a zona fundida. O metal base da chapa DP envolve as fases: ferrita e martensita e a chapa TRIP envolve as fases: ferrita, bainita e austenita retida. A zona fundida em ambas as chapas é constituída predominantemente por martensita. Já a zona termicamente afetada envolve uma microestrutura mais complexa por envolver transformações de fase. A microdureza no metal base, para ambas as chapas, foi consideravelmente menor que da zona fundida. Já na zona afetada termicamente se observou uma queda de dureza em relação ao metal base e aumento gradual de dureza. Os resultados de corrosão mostraram que a pepita de solda apresentou menor resistência corrosiva frente ao metal base para ambas as chapas DP e TRIP.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - Interno ao Programa - 1646041 - CARLOS TRIVENO RIOS
Membro Titular - Examinador(a) Interno ao Programa - 1893637 - ALEJANDRO ANDRES ZUNIGA PAEZ
Membro Titular - Examinador(a) Externo ao Programa - 2073298 - ERIK GUSTAVO DEL CONTE
Membro Suplente - Examinador(a) Interno ao Programa - 1671292 - SYDNEY FERREIRA SANTOS
Membro Suplente - Examinador(a) Externo ao Programa - 2187277 - LEONARDO RIBEIRO RODRIGUES
Notícia cadastrada em: 08/11/2019 13:15
SIGAA | UFABC - Núcleo de Tecnologia da Informação - ||||| | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa-1.sigaa-1