PPGCCM PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Telefone/Ramal: Não informado http://propg.ufabc.edu.br/ppgccm

Banca de QUALIFICAÇÃO: FRANCIS BORGES OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FRANCIS BORGES OLIVEIRA
DATA : 14/12/2021
HORA: 09:00
LOCAL: https://meet.google.com/vyh-ctiv-vwu
TÍTULO:

DEPLOYMENT DE APLICAÇÕES EM INFRAESTRUTURAS DISTRIBUÍDAS DE IOT 


PÁGINAS: 60
RESUMO:

Aplicações IoT vêm ganhando popularidade ao longo dos anos e cada vez mais é comum seu uso em diferentes segmentos como cidades inteligentes, agricultura inteligente, casa inteligente e indústrias (conhecida também como IoT industrial). Para acompanhar essa evolução, diversas tecnologias e ferramentas vêm sendo criadas para facilitar o desenvolvimento e configuração de aplicações IoT. Apesar disso, ainda não existe uma tecnologia consolidada em IoT que permite a adoção de técnicas DevOps como integração contínua e entrega contínua (CI/CD) que são técnicas utilizadas com sucesso em aplicações web e mais recentemente também na área de aprendizado de máquina com MLOps (Machine Learning and Operations). Uma outra característica comum é que muitas aplicações IoT são constituídas de serviços que rodam em ambientes heterogêneos como nuvem, névoa e bruma, e o deployment destes serviços em geral é feito de maneira diferente para cada ambiente e de forma estática (um serviço que roda na névoa não pode ser movido para a nuvem por exemplo).

Uma maneira de realizar o deployment dinâmico dos serviços que compõem um sistema IoT é através da utilização de containers e de um orquestrador de containers para controle e coordenação dos serviços, tecnologias bastante utilizadas para deployment de aplicações web na nuvem. Para estender a orquestração de containers a borda da rede, existe a opção de adicionar um novo componente responsável por cuidar da comunicação e gerenciamento dos containers que rodam fora da nuvem.

Para executar o deployment dinâmico e garantir que todos os serviços estejam rodando no ambiente correto, uma ferramenta tradicional de CI/CD pode ser adaptada para se comunicar com o orquestrador de containers seguindo uma configuração pré-estabelecida e de acordo com as boas práticas da metodologia DevOps.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - Interno ao Programa - 2196309 - CARLOS ALBERTO KAMIENSKI
Membro Titular - Examinador(a) Interno ao Programa - 2566275 - GUSTAVO SOUSA PAVANI
Membro Titular - Examinador(a) Externo ao Programa - 1997727 - PAULO ROBERTO MIRANDA MEIRELLES
Membro Suplente - Examinador(a) Interno ao Programa - 1673092 - RONALDO CRISTIANO PRATI
Notícia cadastrada em: 09/11/2021 21:12
SIGAA | UFABC - Núcleo de Tecnologia da Informação - ||||| | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa-1.ufabc.int.br.sigaa-1-prod