PPGENE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENERGIA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Téléphone/Extension: Indisponible http://propg.ufabc.edu.br/ppgene

Banca de QUALIFICAÇÃO: ANDRE GUILHERME CINTRA VILELA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANDRE GUILHERME CINTRA VILELA
DATA : 30/04/2024
HORA: 14:30
LOCAL: Sala 303 do Bloco B do Campus de Santo André da Universidade Federal do ABC
TÍTULO:

ANÁLISE ENERGÉTICA DE SISTEMA DE COGEREAÇÃO DE UMA USINA SUCROALCOOLEIRA OPERANDO COM SISTEMA SUPERCRÍTICO


PÁGINAS: 48
RESUMO:

RESUMO: A matriz energética brasileira destaca-se pela diversidade de fontes, com uma forte presença de renováveis em comparação à global. Enquanto no mundo predominam as fontes não renováveis, como carvão e petróleo, o Brasil possui uma significativa parcela de fontes renováveis, representando quase metade de sua matriz energética, onde a porção referente aos derivados da cana-de-açúcar é de aproximadamente 15%. Neste contexto, a indústria sucroalcooleira brasileira é um dos pilares dessa matriz, aproveitando subprodutos como o bagaço e palha da cana para gerar energia sustentável. A produção de eletricidade e calor a partir dos resíduos da cana através da cogeração se tornou uma prática comum no setor, otimizando recursos naturais e aumentando a disponibilidade de energia elétrica. Para melhorar a eficiência na geração de energia elétrica, se faz necessário avançar no tipo de tecnologia dos equipamentos empregados. As instalações de geração supercríticas operam com ciclos termodinâmicos em condições de pressão e temperatura elevadas, contribuindo para um desempenho mais eficiente e sustentável na geração de eletricidade. Embora amplamente empregadas globalmente, essas tecnologias ainda não estão presentes no Brasil. Este estudo tem como objetivo avaliar o potencial de produção de energia elétrica em um sistema de cogeração operando com ciclos a vapor em condições supercríticas, utilizando bagaço e misturas de bagaço e palha como combustível para caldeiras. Os balanços de massa e energia serão utilizados, considerando uma variedade de estados de pressão e temperatura operacionais, com o objetivo de entender como esses fatores afetam o desempenho e a eficiência dos sistemas. A análise exergética da planta em estudo permitirá identificar e quantificar as irreversibilidades nos fluxos, bem como avaliar a eficiência exergética dos equipamentos utilizados, comparando os sistemas supercríticos propostos com os sistemas subcríticos tradicionalmente empregados nas usinas sucroalcooleiras.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - Interno ao Programa - 963.338.208-49 - SILVIA AZUCENA NEBRA DE PEREZ - UNICAMP
Membro Titular - Examinador(a) Interno ao Programa - 1548098 - GILBERTO MARTINS
Membro Titular - Examinador(a) Interno ao Programa - 1600874 - MARCELO MODESTO DA SILVA
Membro Suplente - Examinador(a) Externo à Instituição - ANA CAROLINA MEDINA JIMENEZ
Membro Suplente - Examinador(a) Externo à Instituição - MILAGROS CECILIA PALACIOS BERECHE
Notícia cadastrada em: 11/04/2024 20:03
SIGAA | UFABC - Núcleo de Tecnologia da Informação - ||||| | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa-1.ufabc.int.br.sigaa-1-prod