PROFFILO MESTRADO PROFISSIONAL EM FILOSOFIA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Telefone/Ramal: Não informado http://propg.ufabc.edu.br/ppgprof-filo

Banca de QUALIFICAÇÃO: JAILSON MOREIRA DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JAILSON MOREIRA DOS SANTOS
DATA : 11/03/2021
HORA: 14:30
LOCAL: A banca será realizada em modo remoto pelo endereço: meet.google.com/qkz-jrgj-atz
TÍTULO:

Por uma Filosofia problematizadora da fronteira entre a aprendizagem instrumental e o exercício de diálogos num laboratório de pensamento


PÁGINAS: 115
RESUMO:

O objetivo desse trabalho de pesquisa é o de contribuir para as práticas de diálogos e reflexões filosóficas com os estudantes do ensino médio, no contexto de uma escola pública, a partir de um espaço denominado laboratório de pensamento. É uma experiência dialógica e uma forma de resistência política, frente ao contínuo processo de instrumentalização disciplinar do ensino de filosofia. Nossa premissa é a de que, à exemplo da concepção de escola como àquela que promove a suspensão de um tempo e de um espaço para o ensino e a aprendizagem, é igualmente importante que haja um lugar legítimo para o pensar filosófico. Um lugar de suspensão, no interior da escola, de um tempo e um espaço para o diálogo e para o pensamento, não o diálogo e o pensamento dados, próprios do modo instrumental de ensino e aprendizagem da sociedade neoliberal. Mas, o diálogo como uma categoria de prática reflexiva, implicadora não só da teoria, mas também do desenvolvimento de um pensamento para a ação transformadora. Desse modo, o laboratório de pensamento, esse lugar que busca a legitimidade do exercício de um tempo para o pensar, vem na perspectiva dos diálogos freireanos de “solidarizar o refletir e o agir”, a partir das narrativas e das escutas que nos tocam e nos afetam de modo significativo para o exercício de uma vida mais contemplativa e crítica. Contrapondo o modelo de organização neoliberal de escola que não considera a relação entre o contexto territorial do estudante, os conteúdos e as relações de subjetivação dos indivíduos. Nesse sentido, essa pesquisa pretende problematizar a seguinte questão: é possível que a filosofia, bastante polemizada na conjuntura da política brasileira contemporânea, possa a partir do interior de um laboratório de pensamento, ser uma forma de resistência intelectual diante dos processos de instrumentalização e reificação do ensino de filosofia?


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - Interno ao Programa - 2249486 - SILVIO RICARDO GOMES CARNEIRO
Membro Titular - Examinador(a) Externo à Instituição - MARCOS DE CAMARGO VON ZUBEN
Membro Titular - Examinador(a) Externo à Instituição - KAREN CHRISTINE RECHIA
Membro Suplente - Examinador(a) Interno ao Programa - 1941108 - MARINE DE SOUZA PEREIRA
Membro Suplente - Examinador(a) Externo à Instituição - ROSELENE RICACHENEVSKY GURSKI
Notícia cadastrada em: 24/02/2021 16:24
SIGAA | UFABC - Núcleo de Tecnologia da Informação - ||||| | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa-2.sigaa-2