PPGENE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENERGIA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Teléfono/Ramal: No informado http://propg.ufabc.edu.br/ppgene

Banca de DEFESA: LUCIANA GUIMARÃES NAVES LEMOS BORGES

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LUCIANA GUIMARÃES NAVES LEMOS BORGES
DATA : 26/08/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Sala S17 do Bloco Delta do Campus de São Bernardo do Campo da Universidade Federal do ABC
TÍTULO:

UTILIZAÇÃO DO BALANCED SCORECARD PARA GERENCIAMENTO ESTRATÉGICO DE PROJETOS DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DA TIPOLOGIA BAIXA RENDA: UMA ANÁLISE SOB A PERSPECTIVA DA LEI 9991/2000, SUAS ATUALIZAÇÕES E DO PROGRAMA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA


PÁGINAS: 105
RESUMO:

Nos anos de 1970, em função da crise do petróleo, as discussões relacionadas ao
desenvolvimento sustentável, sob o ponto de vista estratégico, tornaram-se frequentes. A partir
desse período, o setor energético passou a ser analisado também de forma mais estratégica por
diversos motivos, entre eles configuram o desperdício e a ineficiência da sua produção e uso.
Na década de 1990 houve a criação da ANEEL que culminou na lei 9991/2000 que estabeleceu
regras quanto ao investimento em projetos de Eficiência Energética e P&D por parte das
concessionárias de energia elétrica. No período de 2008 a 2018 houve um investimento da
ordem de R$4.803.079.644,16 em projetos de eficiência energética no país divididos em
diversas tipologias. Percebe-se que os critérios e indicadores considerados mais relevantes para
análise dos projetos são os quantitativos, porém existem outros indicadores não quantitativos
relevantes para o desenvolvimento e análise desses projetos contemplados no Programa de
Eficiência Energética. Ao longo do tempo, ajustes foram realizados na lei, tendo como foco os
projetos voltados para a tipologia baixa renda. O objetivo deste estudo é realizar uma análise
estratégica de projetos de eficiência energética, da tipologia baixa renda, do período
compreendido entre 2016 e 2018, e estruturar um modelo de balanced scorecard com foco na
gestão estratégica de projetos por parte das distribuidoras de energia e da ANEEL.
Para tanto foi realizada pesquisa bibliográfica e documental acerca do tema eficiência
energética, lei 9991/2000 e programa de eficiência energética, além da busca de dados oficiais
da ANEEL acerca do assunto. A seguir iniciou-se o desenvolvimento do ranking dos projetos
aprovados no período de 2016 e 2018, utilizando os métodos de análise multicritério AHP e
TOPSIS, identificando assim o perfil dos mesmos e suas performances relacionados a critérios
estabelecidos como relevantes pelos atores do processo. A partir disso, como resultado desse
estudo, foram desenvolvidas duas estruturas de Balanced Scorecard que poderão auxiliar no
gerenciamento estratégico de indicadores para análise de eficácia da Lei nº 9.991 e do PEE,
bem como dos projetos implementados. Esses modelos de gerenciamento estratégico podem
ser utilizados pelos atores envolvidos no PEE, tendo como parâmetro a lei 9991/2000 dentro
do contexto do Programa de Eficiência Energética, levando em consideração fatores
quantitativos e qualitativos, tais como aspectos regionais, ambientais, econômicos e técnicos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - Interno ao Programa - 1632464 - DOUGLAS ALVES CASSIANO
Membro Titular - Examinador(a) Interno ao Programa - 1734918 - PAULO HENRIQUE DE MELLO SANT ANA
Membro Titular - Examinador(a) Externo ao Programa - 2526701 - JULIO FRANCISCO BLUMETTI FACO
Membro Titular - Examinador(a) Externo à Instituição - WILSON CARLOS DA SILVA JUNIOR - IFSP
Membro Titular - Examinador(a) Externo à Instituição - SILVIO CELSO PEIXOTO GOMES - FESA
Membro Suplente - Examinador(a) Interno ao Programa - 2605733 - SERGIO RICARDO LOURENCO
Membro Suplente - Examinador(a) Externo à Instituição - EDUARDO CHRISTIANO CECONE - UNIP
Notícia cadastrada em: 29/08/2022 08:59
SIGAA | UFABC - Núcleo de Tecnologia da Informação - ||||| | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa-1.ufabc.int.br.sigaa-1-prod